terça-feira, 9 de março de 2010

Aprendendo a ser melhor


"Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite." Salmos 1

Algumas amigas me pediram para falar aqui sobre “relacionamento humano” e hoje é o que quero fazer, mesmo porque o Senhor tem colocado esta idéia em meu coração há algum tempo. Esperamos que entendam o que queremos falar ao coração de cada uma de vocês.

Sou servidora pública e convivo diariamente com centenas de pessoas de várias religiões, inclusive evangélicas como eu. Na área do relacionamento humano, Deus tem me provado de muitas formas, porque acredito ser o método que Ele usa para me ensinar acerca do amor, do respeito, da tolerância, da paciência, da caridade, da humildade, da solidariedade, etc, etc... Isto é, o Senhor, com sua inigualável sabedoria, me faz crescer diariamente usando pessoas à minha volta como instrumentos seus. Mas a eficácia deste método de Deus só é possível em mim (e pode ser em você também), porque sou extremamente sensível à sua voz, sou capaz de entender perfeitamente quando o Senhor quer me dizer alguma coisa, com as atitudes ou o comportamento das outras pessoas. Por muitas e muitas vezes cheguei às lágrimas ao ver colegas de trabalho ou até pessoas nas igrejas fazendo maldades aos outros (a mim também já fizeram). Traição, fofoca, difamação, calúnia, vingança e humilhação são o que há de mais comum entre as pessoas que convivem em grande número num local de trabalho ou em comunidades, e qualquer pessoa com um mínimo de sensibilidade cristã sofre horrores vendo tudo isto acontecer à sua volta. O pior de tudo é que todas essas pessoas, assim como grande parte da humanidade, já tiveram acesso aos ensinamentos de Cristo, freqüentam suas igrejas, rezam, oram, pregam, cantam louvores, praticam a caridade, mas não querem aprender de Deus (e muito menos praticar) o seu principal ensinamento: amar ao próximo.

O que quero dizer a você, amada, é que mesmo que seja necessário passar por tudo isto para se aprender a ser melhor, mesmo sofrendo calúnias, humilhações, traições e tudo o mais que possam lhe fazer, mesmo se tentarem te destruir moralmente de alguma forma, use a situação para mostrar a todos o quanto VOCÊ É DE DEUS. Aproveite a situação para mostrar às pessoas o quanto Jesus está presente em sua vida, jamais revide quando alguém lhe ofender, jamais use as mesmas armas que usarem contra você, não alimente rancor ou ódio dentro do coração, porque se fizer isto será igual a todos eles. Libere o perdão, seja qual for a ofensa, tente ser o mais humilde possível com todos em todas as situações, reconheça que você também tem lá suas fraquezas e seus defeitos, jamais seja arrogante com quem quer que seja, porque isto fará mal só a você e ninguém mais. E para terminar, sempre que for preciso dizer algo ou tomar alguma atitude, feche os olhos e faça a você mesma a seguinte pergunta: nesta situação, como agiria Jesus? Em seguida
faça conforme o Espírito Santo lhe responder. Lembre-se: o seu comportamento pode ensinar alguém a ser melhor. Provérbios 10:12 – “O ódio excita contendas; mas o amor cobre todas as transgressões.”


Para nossa meditação temos aqui Salmos 28

1 A ti clamo, ó Senhor; rocha minha, não emudeças para comigo; não suceda que, calando-te a meu respeito, eu me torne semelhante aos que descem à cova.
2 Ouve a voz das minhas súplicas, quando a ti clamo, quando levanto as minhas mãos para o teu santo templo.
3 Não me arrastes juntamente com os ímpios e com os que praticam a iniqüidade, que falam de paz ao seu próximo, mas têm o mal no seu coração.
4 Retribui-lhes segundo as suas obras e segundo a malícia dos seus feitos; dá-lhes conforme o que fizeram as suas mãos; retribui-lhes o que eles merecem.
5 Porquanto eles não atentam para as obras do Senhor, nem para o que as suas mãos têm feito, ele os derrubará e não os reedificará
6 Bendito seja o Senhor, porque ouviu a voz das minhas súplicas.
7 O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei.
8 O Senhor é a força do seu povo; ele é a fortaleza salvadora para o seu ungido.
9 Salva o teu povo, e abençoa a tua herança; apascenta-os e exalta-os para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário